sábado, 9 de fevereiro de 2008

Banif

Vi o novo anúncio do Banif na televisão. É um rapaz,que numa paisagem um pouco desértica, vem montado num cavalo e que, "acreditando na ambição", se transforma em Centauro ...e lá vai ele todo contente e feliz porque "teve força de acreditar"(este é um resumo ...muito resumido).

Sou um grande admirador de um senhor que já morreu há mais de 20 anos (em 1975)e que se chamava Pitigrilli. Este senhor era um jornalista e romancista italiano que ainda viveu no século XIX(nasceu em 1893) mas que era muito adiantado para o seu tempo, no meu ponto de vista, obviamente. Li tudo o que dele foi publicado em Portugal e devo dizer que sempre gostei mais dele como cronista que como romancista. Na primeira metade do século XX, Pitigrilli, numa das suas crónicas escreveu sobre esse “novo” fenómeno de então, que era a publicidade e defeniu-a assim: “Publicidade é dizer a verdade tornando-a bela”. Sempre adorei esta frase. Tentava, na publicidade que via, lia ou ouvia, ver o quanto de verdade tinha a definição de Pitigrilli. E havia muitos casos que se aplicava. Quem não se lembra de frases como “ A sede que se deseja” para publicitar uma cerveja, ou “Tão natural como a sua sede” para uma água mineral...? Com o passar do tempo achei que cada vez mais a verdade, a que se referia Pitigrilli, foi deixando de existir na publicidade, mas em alguns casos se mantinha alguma beleza.

Tudo isto para dizer que o tal anúncio do Banif me deixou baralhado. Houve uma inversão, no meu ponto de vista. Deixou de haver a beleza (porque o anúncio nem é belo)...mas será que voltou verdade ? “Se é cliente do Banif, acredite, é uma Besta”...estou a exagerar, “ Abra conta no Banif e ambicione em transformar-se em Meia Besta”..afinal o Centauro é meio homem meio besta. Eu, por via das dúvidas, ainda não vou abrir conta no Banif.

5 comentários:

blueminerva disse...

O novo anúncio do Banif é uma bosta. E essa treta de "teve força de acreditar" é isso mesmo... uma treta. Se a fosse de acreditar fosse o suficiente para adquirir o que quer que seja, eu cagava notas de €500.
Um abraço

blueminerva disse...

O novo anúncio do Banif é uma bosta. E essa treta de "teve força de acreditar" é isso mesmo... uma treta. Se a força de acreditar fosse o suficiente para adquirir o que quer que seja, eu cagava notas de €500.
Um abraço

Nuno disse...

Pois é blueminerva...é uma bosta, de uma besta. Estamos de acordo.

Flávio disse...

Acho obscena essa campanha do Banif, tal como achei obscena a das pernas para o ar e todas as outras. Já que os banqueiros portugueses fazem questão de nos sugar ao último cêntimo, podiam ao menos contratar publicitários decentes.

Nuno disse...

Pois é Flávio...até porque dinheiro não lhes falta...