quarta-feira, 14 de maio de 2008

Dezembro

Uma das minhas grandes satisfações em criança (penso que de todas as crianças) era quando minha tia “armava” o presépio e a árvore de Natal. Ainda hoje adoro a quadra natalícia. Minha tia tinha um jeito especial para a decoração ( e não só...como sabem ) e eu adorava ajudá-la. Todos os anos tentávamos que o presépio ficasse diferente, apesar de serem sempre as mesmas figuras, e a capacidade criativa de minha tia vinha ao de cima, para além de querer que eu participasse da “construção”. Sentia-me verdadeiramente feliz por ajudar e por saber que o Natal estava perto.


Mas quando chegava aquela altura, havia uma coisa que, pelo menos por um dia, estragava a minha felicidade: a ida ao fotógrafo. Durante Dezembro, minha tia “aperaltava-me” a seu gosto para que fossemos ao Amândio Fotógrafo tirar uns retratos “artísticos”... e vocês já “conhecem” minha tia. Felizmente, o Amândio Fotógrafo era um fantástico fotógrafo e não se nota na foto, mas estou de boina (como a boina era escura, o fundo escuro disfarça um pouco). Pois é, tive que sair de casa com boina, entrar no fotógrafo com boina e ser fotografado...com boina. Como devem calcular, fiquei com um ódio a tudo o que era para colocar na cabeça, de tal forma que só consigo usar os bonés da praia.

12 comentários:

Su disse...

tu a tua amada tia...as belas ideias....(dela) e esse amor por ti que é infinito-----------

gostei de ver.te ao lado do presepio...gostei mto.

gostei da foto da boina, mas não a vejo, (imagino:) mas mesmo que a visse . gostaria.
estás sempre linduxoooooooooooooo

jocas maradas menino mimado:)))

Shinobi disse...

Caro amigo Nuno,

relembro com saudades esses tempos de Natal, em que eu e o meu pai fazíamos as nossas figuras de barro para pôr no presépio. Eram bons momentos, que eu adorava!
E graças a Deus, nunca me obrigaram a tirar uma foto de boina, embora tenha fotos talvez mais embaraçosas, lolol!

Grande abraço!

Nuno disse...

Su,

Continuas a querida de sempre. Gostei do "linduxo". A verdade é que é uma tia muito amada por mim, e eu fui muito mimado (ainda sou) por ela. As histórias demonstram o "preço" que eu tinha que pagar por esses mimos, porque no fundo eu era o "brinquedo" preferido dela...

Beijos, guapa

Nuno disse...

Jorge,

Eu também sou saudosista em relação a esses tempos, mas ainda hoje é a única festa que amo, provavelmente porque só tive Natais bons. Como sabes, o carnaval e a Páscoa não me são particularmente queridos.
Em relação às fotos "artísticas" acho que todos temos alguma da nossa infância... e nesse aspecto eu não serei dos piores...até porque não se vê a boina...felizmente.

Um Abração

blueminerva disse...

Meu querido amigo,
Sabes que mais? Nada como ser criado, por alguém que nos ama, que nos enche de mimos e atenções, que cuida de nós como se fossemos um órgão vital... porque essas maravilhosas memórias de infância, são seguramente, responsáveis pelo ser humano que és.
Um abraço


Que belo par de pernas...

Nuno disse...

blueminerva,

Nesse aspecto considero-me um sortudo. Sempre fui muito mimado quando criança e ainda hoje o sou, quer por minha tia, quer por minhas irmãs, quer por minha mãe, quer por minha mulher... até por algumas amigas.
O ser humano que sou hoje terá mais a ver com a educação e a formação que recebi de minha tia, e depois de meus pais, mas é óbvio que o amor que recebi desde muito cedo me deu um equilibrio fundamental para o resto da vida. As pequenas "humilhações" não passaram disso mesmo, pequenos episódios que me marcaram e que hoje os conto com alguma nostalgia... confesso.

Beijos

..já naquela altura era um "linduxo"...e as pernas faziam parte. Não sei se reparaste no "já naquela altura"...o que quer dizer que ainda hoje me considero. Não ligues. Ontem tive uma saída com os amigos e o alcool tem destas coisas....faz-nos dizer disparates

BaBy_BoY_sWiM disse...

Parabéns pela taça roubadinha... ehehe

Pink disse...

CU...CU...
WERE ARE YOU?

blackstone disse...

Em boa hora descobri este blog!
Estive mais de 1h a ler tudo aquilo q aqui foi escrito e verdade seja dita adorei!
Deixei o meu livro de cabeceira, q estava destinado a ser terminado hoje e..dediquei-me à internet e a este blog tão bem disposto (e escrito).
Já imagino nas prateleiras das livrarias a obra "A Minha Tia E Eu" escrito pelo Nuno.
Que me diz?
E pq tarda o publicação do proximo post? Estou em pulgas p ler o proximo.
Xuacs de uma sua admiradora.

Nuno disse...

Olá Blackstone,

Seja bem vinda, é um prazer recebê-la ( foi assim que minha tia me ensinou).
A verdade é que estava a pensar em acabar com o blog. Estou naquela fase de indecisão, em que acho que é o tempo que me falta para escrever alguma coisa ( senão o blogg não faz sentido existir ) e o achar que não se trata de tempo, mas do conteudo.
O seu comentário não deixa de ser encorajador, essa é uma verdade, como o são os de estes amigos de que aqui vê...que sempre me enviaram palavras de ânimo e de carinho.
Rapidamente decidirei.
Agradeço o seu comentário mesmo sabendo que exagera um pouco...mas sabe bem.

Beijo,
Nuno

blueminerva disse...

Espero muito sinceramente que já tenhas ultrapassado essa fase de indecisão. Neste mês, passei por aqui 387 vezes e nada de novo... volta. Estou certa que no baú das tuas memórias existem milésimas histórias que poderás partilhar com a malta.
Beijocas, muitas e um grande abraço.

Nuno disse...

Ok guapa, vou tentar lá ir ao baú, só que necessito de tempo...
Agradeço e retribuo em dobro as beijocas e o Abraço