terça-feira, 1 de abril de 2008

Touro Enraivecido

Quando vivia com os meus tios, e estes ainda não tinham filhos, no momento em que meu tio saía para o trabalho ( ele era comerciante) o único “homem” da casa era eu. Tinha uns 5 anos, e ficava em casa com minha avó, minha tia e as duas empregadas. Não tinha ninguém com que brincar e elas não estavam muito interessadas em brincar comigo. Num desses dias devo ter “azucrinado” tanto a cabeça a uma delas que me deu um novo “brinquedo”: um bocado de pano, linhas, uma agulha, uns 3 ou 4 dedais, não fosse o “menino” picar-se e explicou-me que podia desenhar com as diferentes cores de linhas no pano branco. E assim comecei, aquilo que poderia ter sido uma carreira de sucesso no mundo da alta-costura. Naquele dia meu tio esqueceu-se de qualquer coisa e teve de ir a casa (coisa rara) a meio da manhã. Quando entra no quintal, vê-me sentado, todo entretido e chega-se ao pé de mim e já com cara de poucos amigos me pergunta: Que é que estás a fazer?...eu não sabia se tinha dado algum ataque de parvoíce ao homem, mas olhei para ele, olhei para o que tinha nas mãos e respondi: Não vê que estou a bordar!? O “brinquedo” foi-me imediatamente confiscado e foram convocadas todas as mulheres da casa. Aviso: situações daquelas jamais se voltariam a repetir, fosse com agulhas, fosse com qualquer tarefa menos máscula. Desde aquele dia nunca mais peguei numa agulha.

Minha tia era uma fanática ( e ainda hoje gosta muito) do Carnaval.
Era nossa vizinha a Srª. Francisquinha que tinha como empregado doméstico o Sr. José ...Cabeça de Bidé. É obvio que a parte Cabeça de Bidé era uma alcunha pelo formato que tinha a cabeça do Sr. Eu sempre pensei que antes de existir o Sr. José, não existiam bidés, porque tinha sido através da cabeça dele que tinha saído o molde para ser construído o primeiro bidé da história. O Sr. José tinha outra característica particular, era paneleiro (naquele tempo ainda não existiam o termo gay) e também gostava muito do Carnaval. Disfarçava-se sempre com o mesmo disfarce: Carmen Miranda., por isso, nos meios artísticos também era conhecido como Carmen Miranda. Quando eu tinha 5 anos, nesse Carnaval, minha tia decide mascarar-me. E eu não gostei nada da ideia, mas lá teve que ser....convenceram-me que ia de índio, minha tia lá confeccionou o fato...que era mais um vestido de cabedal, peruca com tranças pretas, cara pintada, colares de bugigangas... e fiquei eu convencido que era um autentico Touro Enraivecido em miniatura. A quem é que minha tia pede ajuda para me levar ao concurso no Ateneu do Funchal? Ao Sr. José Cabeça de Bidé. Lá fomos para o Ateneu, inscreveram-me no concurso... e azar dos azares ganhei o 1º prémio. Aqui começa a meu martírio. Quando anunciam o meu nome, quem me leva ao colo para o palco?...o José Cabeça de Bidé. O que diz o cabrão do apresentador? ...”e o primeiro prémio vai para esta magnifica e linda indiazinha”..... Estive a ponto de desmaiar...já estava no colo de um tipo conhecido por Carmen Miranda, tinha acabado de ser chamado de linda indiazinha.....e temi que o apresentador continuasse..... “que ainda na semana passada bordava candidamente sentada no jardim de sua casa”. Entrei no Ateneu como Touro Enraivecido...e saí como Raio de Luar. Nesse mesmo dia jurei que nunca mais na vida gostaria do Carnaval.

A minha única distracção desse Carnaval foi ver o Sr. José Cabeça de Bidé transformar-se em Carmen Miranda, com minha tia a ajudá-lo a colocar os mais de 30 kilos de fruta que uma cabeça daquelas tinha que levar para ficar compostinha, e ele depois a sair para o baile que se realizava na sede dos Estudantes Pobres bamboleando-se e cantarolando....”O que é que a baiana tem?”

12 comentários:

Su disse...

adorei ler.te

imagino a furia do teu tio.....eheheh... o pior foi mesmo o teu futuro na alta costura.....:)
hoje em dia teria eu um vestido nunices..sei lá........

qto ao episodio de carnaval....só digo uma coisa amei ver a "raia de luar".......ok brinco.. mas, estavas linduxxoooooooooo.....
a serio pq acharias que serias mais toiro enraivecido?:))))))))))))))))

pstt menino, eu ia sempre de cigana....pois a tara sempre existiu:))))))))))))))))

adorei ler.t......


jocas maradas

Shinobi disse...

Bolas, lá foi o nosso Tenente da Madeira !!! Quem sabe se não teriamos aqui um estilista de futuro, e que ainda apresentaria umas modelos à malta :D !!! Lá vamos ter que nos ficar pela Fátima Lopes...
Eh, eh, eh, a foto está demais! As coisas que a malta tem que aturar em miúdo! Ao menos raio de luar ainda é qualquer coisa de jeito. Podiam ter inventado nomes bem piores, eh, eh, eh!
Deixa estar, ao menos ganhaste um prémio!!!

Grande abraço!!!

PS: Não sei porquê, mas alguém com a alcunha de Carmem Miranda, diz-me alguma coisa...

Pink disse...

Raio de Luar...que nome lindo para uma indiazinha de 5 anos. Verdade.
Sim, sei...mas se a criança da foto fores tu...então acertaram no nome! É que está tão fofinha, tão mimosa assim vestida que parece-me 1 menina.
Carnaval em miúda, pois, a minha mãe sempre detestou o Carnaval (dizia que na Madeira não havia essa tradição como aqui pelo Oeste)
e então até aos meus 14 anos só me mascarei 1 vez e de fada!!! Daquelas de cor-de-rosa, chapéu em cone e varinha. Uma pirosice pegada, mas cá havia a tradição de ir de porta em porta pedir doces (filhós) e eu para acompanhar os meus colegas lá me dei mascarar.
Daí para cá mascaro-me todos os anos! Arranjo, improvisando, trajes diferentes e lá vou. Quase sempre medonha (como diz a minha mãe, q ñ gosta de ajudar mas pede sempre para eu ir ter com ela mostrar-lhe o resultado final. Sim, pois demoro sempre mais de 1 hora a preparar-me porque a caracterização é o mais importante.
(na foto és mesmo tu?)

blueminerva disse...

Que barbaridade, castrar um possível talento na arte do corte e costura tss tss...
Eu acho a foto fantástica!... desculpa, mas parece uma menina de tão lindo. A comprovar, ganhaste o prémio!

Eu, quando era miúda, tinha de me disfarçar de qualquer coisa muito feminina, tipo fada, princesa etc...
A última vez que me disfarcei, foi na noite dos travesti à uns anos... fui de bombeiro e dizia às "meninas" que tinha uma grande mangueira.

Nuno disse...

Directamente de Madrid:

Caros Amigos(as)

Em primeiro lugar dizer-lhes que nao estimei o facto de concordarem com o "Raio de Luar"....faz com que eu me sinta um pouco travesti aos 5 anos de idade.

Segundo, a questao do "possivel costureiro"....ou o "Tenente madeirense" como lhe chama o Jorge, também nao é coisa de que me orgulho de nao ter sido.

Sim Pink, sou eu na foto, mas nao era para gozar...era para verem a minha cara de sofrimento.

Como te invejo blueminerva, de nao ter ido disfarçado de bombeiro...e já nem me importava muito com o tamanho da mangueira. Pelo menos nao teria entrado "Touro enraivecido" e saido "raio de Luar"...ao colo da Carmen Miranda, depois de ter estado a bordar.

Como sofre uma criança !!!! ...e passados estes anos todos, ainda há gente que goza com a situaçao. Nao vos conto mais nada...

Beijos e Abraços

Pink disse...

EU NÃO ACREDITO!!!!
EU NÃO ACREDITO!!!
Um senhor tão crescido e...achar que estamos a gozar com ele!
Ó sr.Nuno!...
A criança (tu)pode ter um ar meio sofrido...mas nessa tenra idade as expressões dos rapazes futuramente BONITOS têm alguns traços "femininos". Não é a palavra adequada mas após indignação pelo teu comentário, bloqueei...
Repara então nas fotos do teu filho c 5 anos. E olha p ele agora. Depois vais ver q tenho razão.
Vejo isso pelos meus primos (todos mais novos): quem tinha carinha redonda, lábios carnudos, olhos grandes e pestanudos...virarão cá uns borrachos!
E eu tenho mais de 30 primos! Só uma das minhas tias madeirenses deu à luz 13 filhos!
De rapazes percebo eu!!!!!!!!!!!!
Também a esta hora da manhã, e agarrada ao computador há quase 2 horas...só me podia sair refilices destas.
(daí me chamarem "confiada"-conheces a expressão, espero)

E...espero que o amuo tenha passado pois aguardo ansiosa por mais posts...
Um dia mt pink...que eu tenho de ir comer...
Até!

Guidinha Pinto disse...

Ai conte, conte, que eu virei lê-lo outras vezes. *A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida.* Vinícius de Moraes

Todos andamos mascarados, não? Mas há aqueles que foram bafejados pela beleza ao nascerem e quanto a isso, nada podemos fazer! São lindos a vida inteira, independentemente da máscara que usarem e Beleza não tem sexo! A culpa foi dos genes ...
Gostei de o visitar :)
Boa estadia por Madrid ...
Abraço

Su disse...

menino nuno...não sejas agarrado aos teus belos contos...sff de contar......mais......mais.....

repito......
na foto estás linduxoooooooooo
.....

jocas maradas

BaBy_BoY_sWiM disse...

Eu também quando era mais "crianco" ganhei o primeiro premio do trapalhao, contudo estava disfarcado de toureiro... ehehe

Tinha que ter alguma coisa a ver com touros... Mas nao me recordo de nada, so de ver em fotos...

É verdade, penso que foi depois disso que surgiu a noite travesti na Madeira... Oh Nuno nao me diga que nao gosta de se disfarcar na sexta-feira antes do Carnaval?! eheh

BaBy_BoY_sWiM disse...

Já pensou que podia ser "outra Fátima Lopes" madeirense?! eheheh

Nuno disse...

Amigos,

Já de volta ao burgo, e com mais tempo para dedicar aos amigos, dir-lhes-ei que na verdade hoje podia estar a escrever num blogg de moda, ou a fazer as minhas próprias saias plissadas, mas quis o destino que, mesmo depois da experiência como "indiazinha bordadeira" eu desse para isto que vcs vêem.... um "velho tarado" que gosta de indias, de tailandesas, chinesas...e principalmente de portuguesas, que tem que continuar a comprar a sua roupa, porque não sabe nem coser um botão...e que quando começa um filme da Carmen Miranda, muda de canal.

Pink:
Não fiquei nada amuado... só esperava um pouco mais de solidariedade...rsrsrsrs
Beijos

Guidinha:
Só conto mais, se prometer continuar a visitar-me.
Bjs

Su:
...estou linduxxooooo , como Raio de Luar....lol
Beijocas...já falta pouco

BBS:
Toureiro é coisa de macho, não é como uma indiazinha...
...eu preferia "estar" com a Fátima Lopes.
A partir deste momento tens que começar a tratar-me por tu... eu sei que já sou velho, mas assim ainda me sinto mais velho.
Abraço

sp disse...

Gostei do testemunho e da mensagem que se adivinha nas palavras! Os machos têm de ser assim :)
Um abraço...