sexta-feira, 10 de abril de 2009

Eusébio e Arnaldo

Relembro que tenho cinco irmãos, 2 rapazes e 3 raparigas, se juntarmos os meus pais, éramos 8 pessoas lá em casa e a máquina de lavar não dava vazão à roupa de 6 crianças/adolescentes que, naquela altura, na década de 70, brincávamos na rua. Para resolver este problema, lembro-me que minha mãe recorria aos serviços de uma lavadeira, a Luísa, que morava em Santa Maria, na zona velha, bem perto do saudoso campo de futebol do Marítimo, o Campo Almirante Reis. No verão havia sempre um ou mais torneios de futebol para miúdos a rondar os 12 a 14 anos com equipas de bairros, equipas menos “famosas” que os habituais Marítimo, Nacional e União. Lembro-me do Alma Lusa e do Pátria, por exemplo. Eu oferecia-me sempre para ir com meu pai entregar, ou levantar, a roupa a casa da Luísa já que aproveitávamos e víamos um pouco dos jogos dos miúdos. Acontece que a Luísa era louca por futebol e tinha um filho chamado Eusébio que jogava numa dessas equipas que participava nesses torneios. Era um espectáculo assistirmos, eu e o meu pai, junto da Luísa, a um jogo em que jogasse o dito Eusébio. Era ouvi-la gritar quando o filho tinha a bola nos pés:
-Corre seu filho da puta; passa a bola seu filho da puta…
Depois, voltava-se para meu pai e dizia:
-Desculpe Sr. Joel, mas tenho que gritar com este filho da puta que saiu molengão como o cabrão do pai.
Era um fartote de rir…
Mas a diversão não ficava por ali. Havia em todos os jogos um homem (que não me lembro do nome) que estava sempre bêbado e que fazia o relato do jogo, tal qual estivesse a trabalhar para a Antena 1. O relato era sempre o mesmo:
- Arnaldo tem a bola, passa mais para o centro do terreno para Arnaldo, este, recebe com o peito, e de primeira, vira para a esquerda onde está Arnaldo desmarcado que corre pela linha lateral, finta o adversário e centra para a área, para a cabeça de Arnaldo que amortece para Arnaldo rematar com o pé esquerdo e….é GOOOOOLOOOOOOO de Arnaldo.
Que jeito me dava agora um Arnaldo destes no Sporting…

6 comentários:

vita disse...

Olha o querido;)

Era o "nosso" eusébio?...lol

Beijinho querido com saudadinhas;)

Boa Páscoa

blueminerva disse...

Ahaahahahahah... Que delícia é ler-te!
Não posso deixar de confessar que, de cada vez que vou à Catedral do futebol, sou um pouco a imagem da Luísa, é mais forte do que eu... para minha vergonha.


beijocas muitas e aquele abraço

Nuno disse...

Querida Vita,

O "nosso" Eusébio!!!???..vira para lá essa boca, que eu sou Sportinguista (tomara a mim que ele tiesse sido meu)

Tenho saudades tuas também
Montes de Beijos

Nuno disse...

Blue...darling,

Tenho saudades tuas... vou à Madeira em breve e tentarei tomar um Compal contigo...ou, no mínimo, ver-te. Acho que as mulheres que gostam de futebol têm todas uma "Luisa" dentro delas...eheheheh

Beijos e abraços de saudade

Pink disse...

"Acho que as mulheres que gostam de futebol têm todas uma "Luisa" dentro delas..."
Boa, acertaste! Tenho 1 Luisa "em mim"..excepto os palavrões. E tb gostaria q viesse 1 Eusébio p Alvalade.
A tua casa era 1 paródia diária..a minha família é bem mais pequena. Sempre sonhei tem plo menos 4 irmãos. Mas a minha mãe ñ seguiu a tradição madeirense, como os irmãos dela.
Até breve!
Bjinhos d Pink "Luisa" :)

Nuno disse...

Olá Pink

Pois é... mas futebol sem palavrões não tem tanta graça..,ehehehehe, Tu não tens uma Luisa dentro de ti...tens uma Luisinha.

Beijo,
Nuno